Richa anuncia saída do Governo do Paraná para concorrer ao Senado

Anúncio foi feito na tarde desta segunda-feira (26); quem assume a vaga é a vice-governadora dele, Cida Borghetti (PP).

Por Ademir Zilio 26/03/2018 - 16:09 hs

O governador Beto Richa (PSDB) anunciou, na tarde desta segunda-feira (26), que deixa o Governo do Paraná no dia 6 de abril. A saída é para que ele possa concorrer a uma vaga no Senado Federal do Brasil. Quem assume a vaga de Richa é a vice-governadora, Cida Borghetti (PP).

"Sempre tomo decisões de disputar a eleição ou não com muita serenidade, muita cautela, ouvindo a opinião de muitas pessoas", afirmou Richa.

Em relação a possíveis trocas no secretariado, com a saída de secretários que podem se candidatar, Richa afirmou que a definição das substituições fica a cargo de Cida Borghetti.

"As mudanças, os nomes que ela vai querer substituir, isso é atribuição dela. Se me perguntar, posso dar minha opinião", comentou.

Beto Richa (PSDB)

O governador Beto Richa é filho do ex-governador José Richa e de Arlete Richa. É formado em engenharia civil pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC/PR).

Richa iniciou a vida pública em 1994, elegendo-se deputado estadual pelo PSDB, sendo reeleito quatro anos depois. Foi eleito governador do Paraná em primeiro turno em 2010 e reeleito, também no primeiro turno, em 2014.

Cida Borghetti (PP)

Empresária e jornalista, a vice-governadora Cida Borghetti é formada em administração pública, com especialização em Políticas Públicas.

É casada com o ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP), e tem uma filha: Maria Victória Borghetti Barros (PP), que concorreu à Prefeitura de Curitiba na última eleição municipal.

Cida começou na política como militante do PDS jovem. Foi deputada federal e deputada estadual por dois mandatos consecutivos. Atualmente, é a coordenadora das relações do Paraná com a bancada federal e com o Governo Federal.